terça-feira, setembro 18, 2007

A solidariedade da MTV

Depois de saber os resultados dos MTV Video Music Awards 2007 fiquei comovida.
Fiquei deveras sensibilizada ao saber que o Monster Single of the Year e o Video of the Year foram atribuídos a uma gaga.
É adorável que o canal de música mais conhecido do Mundo destaque uma figura que, apesar das suas dificuldades na fala, consegue mobilizar esse pequeno problema, tornando-o uma mais-valia como se pode ouvir nos refrões de músicas como "Umbrella, ella, ella, eh eh, eh" ou "Shut up and drive...ive...ive...ive..." ou mesmo "Run, Run, Run, Run..." ou ainda "Please don't stop the, please don't stop the, please don't stop the music".
Reparei no entanto que a amiga Rihanna está a melhorar porque já a cheguei a ouvir cantar melodias completas sem gaguejar.
Deve andar a fazer terapia...

quarta-feira, setembro 12, 2007

Divulguem-me!

Estou deprimida...
Este blog nunca foi divulgado nem comentado pelos orgãos de comunicação social. A minha questão agora é: qual a forma mais rápida e eficiente de o tornar famoso?
Pondero... Insultar o Primeiro-Ministro, nomeadamente as suas habilitações literárias ou assinar com um nome de um qualquer pseudo-intelectual reconhecidamente idiota?
Era nesta altura que eu fazia uma piada em que evocava sua Excelência, o pior ex-líder do PSD, pior ex-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e pior ex-Primeiro-Ministro da República Portuguesa, Pedro Santana Lopes. Mas não teria piada nenhuma porque já toda a gente gozou com ele e o indivíduo tem de facto um blog que eu nunca teria a audácia de plagiar.
Abordar o tema da licenciatura do Zé Sócrates também não funciona porque já toda a gente falou sobre isso e só um professor qualquer do Norte é que conseguiu tempo de antena à custa disso. É um tema esgotado...
Acho que vou passar a assinar os posts com um nome sugestivo e pomposo.
É que, para quem ainda não reparou, informo que está na moda utilizar um nome próprio e dois apelidos, preferencialmente ligados por de ou e.
E se isso resulta para embelezar cartões de crédito, e-mails e outras coisas que tais, não funciona no desporto... Vejamos, não conheço nenhum futebolista que assine com dois apelidos. Deve ser por não caber na camisola...
No entanto, reparei este fim-de-semana que na nossa Selecção de rugby, jogou um Lobo com um apelido composto: Duarte Cardoso Pinto. O nome é bonito, sim senhor. Mas não é o único porque também lá há um Miguel Portela de Morais. Lá está o de, repararam?
É nestes pequenos pormenores que se nota que o rugby é claramente um desporto de elites.
O único problema é que reparei na dificuldade dos comentadores em relatar as jogadas em que Duarte Cardoso Pinto estava envolvido... Bola para Duarte Cardoso (ele entretanto passa a bola) Pinto. Não, a bola já não estava com Duarte Cardoso Pinto. Enquanto o comentador dizia Pinto já estavam uns quantos escoceses em cima do rapaz (que por acaso até é do fantástico clube da minha antiga faculdade) ou já ele tinha passado a bola para um dos Uva, por exemplo.
De facto, apelidos compostos em relatos desportivos é contra-producente!
Mas boa sorte para os Lobos que nos orgulham MUITO.

Com um remate de post tão simpático, merecia mesmo ter o blog divulgado na Comunicação Social!