sexta-feira, novembro 09, 2007

Guia para apanhar uma boa constipação

Chegou o Outono e os termómetros descem aos 23 graus de máxima em Lisboa...
A população da capital e arredores é que ainda não se apercebeu que o Verão acabou e continua a ir para a praia ao fim-de-semana. Os pirómanos, ao que parece, também ainda não compreenderam que no Outono não está calor suficiente para atear fogos (azar dos bombeiros) e o país continua a arder.
Mas a maior e mais grave consequência da chegada da época outonal é a constipação!
E se querem arranjar uma belíssima desculpa para se baldarem às aulas ou ao trabalho, não há nada como fabricar uma pequena carraspana.
E aqui vai o guia útil para uma fantástica constipação:
1 - Entrar no site da Fundação Calouste Gulbenkian;
2 - Adquirir bilhetes para o próximo espectáculo musical (aconselho vivamente o ciclo de piano);
3 - Escolher um lugar bem central;
4 - Assistir calmamente ao concerto e apreciar as melodias com que as mãos do dotado pianista nos brindam.
5 - Não abandonar a sala durante o intervalo;
6 - Sair no final de todos os encores (se os houver) juntamente com a multidão.
No dia seguinte serão brindados com uma ruidosa tosse, nariz molhado e espirros compulsivos.
Este útil guia foi elaborado na sequência do concerto de Andreas Haefliger em que facilmente se conclui que os melómanos constipados têm como ritual secreto reunirem-se no Grande Auditório da Gulbenkian. Se seguirem os passos supra-citados constatarão facilmente que qualquer pausa do pianista (seja no final de um andamento duma sonata, seja no final da mesma) serve para soltar uma tosse aflitiva que ecoa pela sala qual coro de Santo Amaro de Oeiras.
A utilidade prática desta actividade é usufruida apenas pelos baldas que procurem uma desculpa para faltarem aos afazeres diários.
É que tanta tosse de tanta gente num Auditório cheio só pode significar Constipação!!!